Ao desenvolver um relatório no Power BI Desktop, logo se vê necessário o uso de uma funcionalidade: a parametrização de componentes, e um exemplo a ser explorado é o caso em que se define um diretório que contenha planilhas utilizadas como fontes de dados.

Usando o método padrão de obtenção de dados (pelo caminho “Get Data” → “Excel” e escolhendo o endereço da planilha desejada), no Power Query Editor cria-se o primeiro passo da query na linguagem M, da seguinte forma (considerando que o endereço do arquivo será diferente na sua máquina):

Source = Excel.Workbook(File.Contents(“C:\Users\RaviQuast\Google Drive\QDOIS\Blog\PBI Parameters\IATA Codes Merge.xlsx”), null, true),

Pode-se predeber que o endereço é fixo se adquirido dessa maneira apenas. Seguindo o passo acima, há dois caminhos para parametrizarmos o diretório da planilha: o primeiro por meio do Power Query Editor e o segundo utilizando somente a interface do Power BI Desktop.

Para ambas as formas, utilizaremos um exemplo de relatório com uma tabela contendo nomes de aeroportos, seus códigos IATA (de 3 letras) e os países em que estão localizados, conforme pode ser verificado abaixo:

Parametrização por meio do Power Query Editor

  1. Clique em “Edit Queries” para abrir o Power Query Editor;

  1. Clique em “Manage Parameters”;

  1. Clique em “New”, à esquerda da janela, e preencha os campos como indicado. No campo “Name” escreva “Directory”, no campo “Type” selecione “Text”, em “Current Value” coloque o diretório local que contém a planilha utilizada no seu relatório e clique em OK;

  1. Clique em “Advanced Editor” com a tabela desejada selecionada;

  1. Uma janela abrirá com um código semelhante ao abaixo:

  1. Altere a linha 2 do código contendo o endereço do arquivo na sua máquina para o seguinte formato e clique em OK:

Source = Excel.Workbook(File.Contents(Directory & “\” & “IATA Codes Merge.xlsx”), null, true),

  1. Clique em “Close & Apply” no canto superior esquerdo do Power Query Editor;

  1. Clique em “Edit Queries” → “Edit Parameters”;

  1. Na janela que aparecer, mude o endereço da planilha para outro diretório com uma planilha de mesma estrutura e clique em OK;

  1. Clique em “Apply Changes”;

  1. Após carregadas as mudanças, o relatório responderá à nova fonte de dados. Note que nessa segunda planilha, há uma linha a mais no começo da tabela:

Parametrização somente por meio da interface do Power BI Desktop

  1. Clique em “Edit Queries” → “Data source settings”;

  1. Clique em “Change Source…” com a planilha desejada selecionada;

  1. Como utilizamos o projeto resultado da seção acima, a estrutura criada na linguagem M, juntamente com a criação do parâmetro “Directory”, foi replicada nessa interface de mudança de fontes de dados, e esta pode ser alterada diretamente nos campos apresentados ao selecionarmos a caixa “Advanced”:

  1. Se estivéssemos com o projeto na etapa anterior à criação do parâmetro “Directory”, encontraríamos a janela de “Change Source…” como abaixo. Note que não há caixas de seleção à esquerda dos campos de texto, como no item 3. Isso se dá ao fato de não haver nenhum parâmetro definido no projeto. Caso houvesse ao menos um, clicando nessas caixas de seleção, poderíamos alterar o tipo de informação a ser preenchida no campo de texto, inclusive o tipo “Parameter”. Poderíamos ainda criar novos parâmetros diretamente dessa tela:

Considerações finais

Os parâmetros podem ser valores digitados pelo usuário, ou, ainda, escolhidos dentre uma gama de opções definidas em uma lista no momento da criação do mesmo.

Não é difícil perceber que o uso de parâmetros se estende a muitas aplicações além da demonstrada acima. Exemplos de outras situações em que seria vantajoso o uso dessa funcionalidade são:

  • Informações do relatório são dinâmicas, mas as fontes de dados são únicas. Usando como exemplo uma planilha de fonte de dados com informações referentes a diferentes países, enquanto o relatório traz informações de um país apenas. Nesse caso, parametrizando o nome do país, poderíamos incluir o parâmetro em queries e em medidas (utilizada em um cartão, por exemplo, para exibir ao usuário do relatório, o país a que os dados apresentados se referem). Atenção ao limite de atualizações por dia dos dados de um relatório concedidos ao seu tipo de licença do Power BI (atualmente 8 por dia, por relatório, para o Power BI Pro e 48 por dia, por relatório, para o Power BI Premium), pois cada mudança no valor de um parâmetro desse tipo exige uma atualização do relatório. Caso forem avaliar dados de vários países diferentes em um mesmo dia, esse limite pode ser atingido;
  • Um mesmo valor (de qualquer tipo) é utilizado várias vezes e/ou em várias queries, medidas e colunas calculadas;
  • Uso de um valor padrão (default) em uma query, medida ou coluna calculada, mas caso o usuário queira usar um valor diferente, ele pode inseri-lo em um parâmetro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *