Power BI Drillthrough – Entenda ainda melhor os seus dados

Hoje, vamos falar um pouco de um dos nossos melhores amigos, o Power BI Drillthrough.
Vamos mostrar a vocês, a importância do Drillthrough no dia a dia dos analistas de négocios.

O uso dessa funcionalidade, possibilita aos analistas de negócios, analisar minunciosamente as informações pertinentes a uma parte específica de um gráfico.

Ex: Olhando para um gráfico de barras, onde demonstra as vendas por cidades, preciso identificar, em algumas circunstâncias, as pessoas que compraram em uma única cidade. O Drillthrough nos ajuda a, com apenas alguns cliques, visualizar as informações citadas acima.

Vamos entender melhor, como isso funciona na prática:

  • Na 1º página do relatório, temos um gráfico demonstrando as vendas por cidade.

Desafio: Precisamos identificar quem foram as pessoas que compraram na cidade de Cambridge.

  • Para isso, foi criada uma 2º página contendo a estrutura de detalhes das vendas do gráfico anterior:
  • Para que o Drillthrough funcione, na 2º página, a coluna city foi arrastada para a aba lateral VISUALIZATIONS na parte DRILLTHROUGH.

OBS: Como pré-requisito do Drillthrough, a coluna city deve existir nos gráficos das duas páginas.

  • Na página 1:
    • No gráfico, clique com o botão direito do mouse em cima da barra de Cambridge
    • Aponte o ponteiro do mouse em cima de Drillthrough e um seguida clique em página 2.
  • Na sequência da ação acima, note que a página 2 aparece filtrada conforme print abaixo:

O Drillthrough é uma funcionalidade simples de se implementar, como vimos acima, e que pode agregar um enorme valor para a equipe de negócios que está analisando o relatório!

O que você tem achado dos nossos posts? Conta pra gente nos comentários!

 

Novidades do Power BI em junho

Power BI

Este é o último post deste mês, novidades do Power BI em junho. Nos conte o que acharam e como podemos melhorar. Neste mês falamos sobre formatação para diferentes medidas do mesmo gráfico e como filtrar e ordenar na visão de modelagem de dados.

Formatação para diferentes medidas do mesmo gráfico

Diferenciar quais os rótulos de valores pertencem a uma linha e coluna, em alguns casos, era uma tarefa bem complicada.

No gráfico abaixo, temos vendas atuais como valores de colunas e as vendas do ano passado como linhas. Ao analisar os dados de Calgary, não conseguimos identificar qual informação pertence à coluna e qual à linha.

Com essa atualização, tornou-se possível formatar separadamente cada rótulo de valor, possibilitando uma melhor leitura.

  • Vamos ver como isso funciona na prática:
    • Clique em gráfico de linhas e colunas e vá em Formatar. Expanda Data Label e habilite a opção customize. Em seguida, selecione a coluna e modifique a característica color para vermelho.

Como resultado, vejam, no print abaixo, como conseguimos facilmente diferenciar os dois valores.

Filtrando e ordenando na visão de modelagem de dados

Essa, sem sombra de dúvidas é a melhor atualização desse mês.
Acabaram os problemas em querer, na tela de visão, filtrar e ordenar os dados.

Veja o quão excitante isso é na prática:

  1. O Print abaixo mostra o cadastro completo de todas as pessoas que compraram em um determinado estabelecimento.
  2. Considerando o cenário acima, gostaria de ver apenas as pessoas que moram em uma determinada cidade.

Considerando que estamos na mesma visão acima, clique na setinha ao lado do nome da coluna City, digite Beverly e em seguida deixe marcado apenas a opção Beverly Hills e clique em OK.

Note abaixo, que o resultado lista apenas as pessoas que moram em Beverly Hills.

  1. Podemos também, criar filtros mais específicos usando Text Filters

Clicando na seta a direita de AddressLine1, no caminho Text Filters/Starts with.

Uma janela como a da imagem abaixo será aberta. Digite 9 no campo à frente do starts with e clique em OK para aplicar o filtro.

Podemos notar no print a seguir, que só foram listados no resultado os AdressLine1 que começam com 9.

  • Ordenando os dados em ordem crescente pelo campo FirstName

Clicando na setinha ao lado de First Name, quando clicarmos em sort ascending os nomes serão ordenados em ordem crescente.

Note que após feito o passo anterior, os nomes foram ordenados.

Não se esqueça, os posts sobre as novidades do Power BI acontecem todo início de mês. Fique ligado!

Atualizações de maio no Power BI – Como usar?

Power BI

No segundo post da nossa série, vamos falar das atualizações de Maio no Power BI.

Formatação Condicional por uma coluna diferente

Anteriormente, com essa funcionalidade era possível colorir o fundo e o texto de uma coluna de forma simples.
Com a atualização desse mês, a Microsoft inseriu duas novas funções a essa funcionalidade:

  1. Color Based on: Aqui você escolherá o campo que será considerado para colorir as células alvo.
  2. Summarization: Abre o critério de sumarização do campo escolhido no Color based on.

Vamos ver como isso funciona na prática:

Exemplo 1:

No cenário abaixo, temos o total de vendas por país.

table

Nesse primeiro exemplo, vamos destacar os Países que menos faturaram dos que mais faturaram utilizando a formatação condicional.

  • Clique no gráfico e vá em Visualization. Decidido o campo que será formatado, clique na seta ao lado dele. Selecione a opção conditional formating e escolha se deseja formatar o Background/fundo ou a font/fonte do texto. No nosso exemplo trabalharemos em cima do fundo.

conditional-formatting-menu

  • Note que uma tela abre com algumas opções:

conditional-formatting-settings

Nesta tela, vamos configurar a formatação condicional aplicada ao campo Country Name baseado no somatório do campo Value.

  • Em Color Based on – Vamos usar um sum of value para somar os valores do campo value.
  • Em Sumarization/sumarização somaremos o campo Value.
  • Em Minimum/Minimo e Maximum/Maximo Para o menor valor vamos usar vermelho e para o mais alto vamos configurar como verde.

Clique em OK para validar a alteração.

OBS: Note que o gráfico coloriu o fundo da coluna country name, classificando de vermelho a verde conforme definido no passo anterior, utilizando uma escala entre as cores para os valores intermediários.

conditional-formatting-powerbi 

Sincronização avançada do slicer

Uma grande dificuldade encontrada anteriormente era fazer com que um mesmo slicer fosse aplicado a uma ou mais páginas.
Essa nova atualização, tornou possível sincronizar os filtros para que eles sejam aplicadas a diversas páginas.

Para simular essa situação, foram criadas duas páginas. A primeira contendo um slicer de países e um gráfico de barras exibindo as vendas do ano por pessoa e a segunda exibindo uma tabela com as informações da pagina anterior acrescida de uma coluna com os valores das vendas do ano anterior.

Vamos ver na prática como isso funciona:

  • Primeiro vamos habilitar a aba da sincronização do slicer.
    • Na aba VIEW no grupo SHOW habilite a opção Sync Slicer.
    • Note que abrirá uma aba lateral à direita da tela chamada Sync Slicer.

syncslicers-barchart

  • Para que o slicer fique visível e filtre as duas páginas de forma síncrona, devemos habilitar os quatro box a frente de page 1 e page 2. Em seguida expadir Advanced options e dar um nome para o box abaixo.

syncslicers

Independente da página que for o filtro aplicado, ele será repetido na outra e vice-versa.

No próximo post, escrevemos sobre as atualizações de Junho do Power BI. Fique de olho!

Construindo medidas dinâmicas para as visualizações do Power BI

Um dos maiores desafios ao se desenvolver painéis administrativos é aproveitar bem o espaço das páginas e, ao mesmo tempo, exibir a informação de forma completa e objetiva. Neste post vamos ensinar uma alternativa para exibir valores distintos em um único gráfico utilizando-se medidas dinâmicas no Microsoft Power BI. Isso possibilita que o usuário troque a medida dos gráficos de um relatório de forma dinâmica através de um filtro do tipo “slicer”.

A solução

Para a criação deste exemplo nós utilizamos a base de dados da Microsoft “Adventure Works DW” (é possível baixa-la aqui). A solução desenvolvida é composta de: três medidas em DAX contendo os cálculos que desejamos apresentar; uma tabela auxiliar que irá funcionar como dimensão para o filtro que seleciona a medida dinamicamente, ou seja, essa tabela é basicamente uma lista com os nomes das medidas; por último, mas não menos importante, a medida dinâmica que será utilizada no gráfico.

Criação das medidas

Após a importação dos dados para o Power BI, criamos 3 medidas utilizando a tabela FactInternetSales. As medidas são bem simples e acredito que não requerem mais explicações.

Lucro:
Lucro = SUM(FactInternetSales[SalesAmount]) – SUM(FactInternetSales[TotalProductCost])

Quantidade:
Quantidade = SUM(FactInternetSales[OrderQuantity])

Total Vendas:
Total Vendas = SUM(FactInternetSales[SalesAmount])

Criação da tabela auxiliar

Como dito anteriormente, essa tabela será responsável por possibilitar a seleção da medida por parte do usuário. Sendo assim, ela nada mais é do que uma lista com os nomes das medidas que você deseja disponibilizar no seu relatório. Para criação da tabela utilizamos a funcionalidade de entrada manual de dados, conforme a imagem abaixo:

Criação da medida dinâmica

Vamos criar duas medidas: uma, que chamamos de MedidaFiltrada, para retornar o ID do item da tabela auxiliar que foi selecionado pelo usuário; e outra (chamada MedidaDinamica) para, a partir deste ID, selecionar a medida correta para apresentar no gráfico.

Medida Filtrada:
MedidaFiltrada = MAX(TabelaMedidas[ID])

Obs.: Na formula acima foi utilizada a função MAX simplesmente para se retornar um único valor de ID, mas repare que, uma vez que sempre teremos um filtro selecionado, essa função não está realizando cálculo algum.

Medida Dinâmica:
MedidaDinamica = SWITCH( [MedidaFiltrada];
1; [Total Vendas];
2; [Quantidade];
3; [Lucro]
)

Criação do filtro

Por último, basta desenhar o relatório com os gráficos que desejar e utilizar a medida dinâmica onde for conveniente. Para que o usuário posso trocar entre as opções de medidas, precisamos disponibilizar os botões que ele irá utilizar para tal. A nossa sugestão é utilizar um objeto do tipo de filtro e configura-lo com a nova funcionalidade de exibição responsiva, para que assim ele apareça como grandes botões de opções na tela.

Na imagem abaixo, selecionamos a opção de filtro e escolhemos o campo com o nome da medida na tabela auxiliar que criamos (TabelaMedidas).

Dica: Para formatar o filtro deixando com aparência de botão, deve se acessar a guia de formatação e no ítem Orientação selecionar a opção Horizontal.

Resultado

Veja abaixo o resultado final do relatório produzido para este post. Nele colocamos três visualizações diferentes (um gráfico, um treemap e um mapa), todas utilizando a medida dinâmica que criamos. Repare que através dos botões no canto superior direito podemos facilmente trocar qual a medida exibida pelas visualizações.

Live Demo

É possível encontrar um exemplo prático desta medida dinâmica nesta publicação na comunidade oficial do Microsoft Power BI (Link).